VOLTAR PARA A PÁGINA PRINCIPAL →

ÁCIDO HIALURÔNICO

O ácido hialurônico é uma substância naturalmente presente no organismo humano. É uma molécula de açúcar que atrai a água e pode atuar como um lubrificante e absorver choques em partes móveis do corpo como as articulações. Em nosso corpo, 56% do ácido hialurônico está na pele, Com o tempo, a concentração diminui na pele, causando o aparecimento de rugas e ressecamento.

Desde 1996, o ácido hialurônico animal trata rugas e recupera o antigo viço. Hoje em dia, ele pode ser de origem animal ou por biotecnologia. Independente da fonte, o ácido hialurônico é submetido a uma série de procedimentos para a obtenção do produto final na forma de gel purificado, que pode ser aplicado diretamente na pele ou fazer parte da composição de cosméticos.

É indicado para melhorar o viço da pele, suavizando rugas e outras marcas da idade. Quando usado de forma injetável, o ácido hialurônico pode ser usado no contorno de face, lábios (contorno e volume), sulcos naso-labiais, sulco naso-jugal (olheiras), rugas faciais, e para repor volume em face, mãos e algumas regiões corporais.

Para a volumização do rosto, o ácido hialurônico é aplicado na região de malares, mandíbula e laterais do rosto. Isso é indicado a pacientes que, com o passar dos anos, o tecido subcutâneo é perdido em algumas partes do rosto. Nesse método, ácido hialurônico pode ser aplicado com microcânulas, que garantem mais conforto e segurança aos pacientes. Antes da aplicação, uma anestesia local é aplicada na região a ser tratada.

O ácido hialurônico injetável é indicado para preencher rugas, sulcos e linhas de expressão do rosto, normalmente ao redor dos olhos, cantos da boca e testa. Também é usado para aumentar o volume de lábios e bochechas e para corrigir olheiras e cicatrizes de acne.

O ácido hialurônico pode ser encontrado em cremes tópicos ou injetáveis, que devem ser aplicados somente por dermatologista ou cirurgião plástico. Atualmente, o ácido hialurônico é uma das substâncias mais usadas em preenchimentos, sendo um dos pilares do rejuvenescimento por hidratar o local de forma intensa.

Através de micro injeções, o ácido hialurônico é aplicado embaixo da pele, intensificando e prolongando a hidratação do rosto.

Antes de indicar o tratamento, o paciente deve ser examinado pelo dermatologista para descartar possíveis contraindicações ao tratamento. O paciente deve evitar bebidas alcoólicas em doses exageradas na véspera. O ácido noturno também deve ser descontinuado um dia antes e no dia do procedimento. O filtro solar deve ser mantido em caráter rigoroso antes e depois do procedimento.

A aplicação do ácido hialurônico não pode ser feita em indivíduos com hipersensibilidade conhecida ao composto. Também é contraindicada em pessoas com problemas de coagulação. Não deve ser aplicado em áreas com doença ativa de pele, como inflamações ou feridas, nem deve ser injetado em uma áreas com implantes permanentes.

Não há contraindicação para cremes com ácido hialurônico na composição. No primeiro trimestre da gravidez, o uso de ácido hialurônico é proibido. Por ser um tratamento estético, o procedimento pode ser feito em gestantes somente com a autorização do obstetra responsável.

A aplicação de ácido hialurônico na pele suaviza rugas, dando naturalidade à face, além de remodelar o rosto. Nesses aspectos, o método é um dos mais eficientes.

Após a aplicação do ácido, inchaço e hematoma no local podem surgir mas desaparecem após uma semana.

Para marcar avaliação ou consulta médica com a Dra. Flavia Paiva, telefone para (21) 3798-9391 | WhatsApp 98237-9391.

↑ TOP   |   VOLTAR PARA A PÁGINA PRINCIPAL →