Open/Close Menu Consultas e Tratamentos de Dermatologia, Laser e Estética

Queda de cabelos pode ter várias causas.

A queda de cabelos é uma queixa muito comum em consultórios dermatológicos. Como é uma situação muito desagradável para o paciente, principalmente, para mulheres, o médico-dermatologista deve sempre pesquisar as causas.

A queda de cabelos pode ter várias causas, que podem ser genéticas ou por alguma doença do couro cabeludo como dermatite seborréica e micoses. Ou, ainda por doenças sistêmicas como anemia, disfunções da tireoide, lúpus e sífilis, por exemplo. Mas, existe uma queda natural que deve ser sempre considerada. Essa queda natural ocorre devido ao tempo de vida do fio, que é aproximadamente quatro anos. Após esse ciclo de vida, o fio cai naturalmente para o nascimento de um novo fio.

Estresse, desnutrição, medicamentos (como antineoplásicos), cirurgias e pós-parto também causam queda de cabelos. Em caso de parto, a queda de cabelos pode ocorrer aproximadamente seis meses após o parto. E a queda de cabelo pode ocorrer tanto após o parto normal quanto após a cesariana.

Uma das causas mais comuns de queda de cabelos em mulheres é a anemia ou a deficiência de ferro ou ferritina no organismo. Por isso, o médico-dermatologista deve sempre pedir um hemograma completo e a dosagem de ferro sérico e ferritina para que possa investigar e identificar corretamente a causa da queda de cabelo.

Em caso de queda de cabelos, procure sempre um dermatologista que irá fazer uma anamnese e um exame físico, além de pedir alguns exames laboratoriais. Existem muitas opções de tratamento com bons resultados contra queda de cabelos. Em casos de queda de cabelos, você precisa de paciência e persistência, pois os benefícios aparecem após quatro a seis meses de tratamento.

A ferritina é uma proteína encontrada, principalmente, no fígado, cuja função principal é armazenar ferro para o organismo. A maioria dos exames apresenta quantidades normais, considerando os valores de referência dos exames. Entretanto, essas quantidades consideradas normais não são suficientes para manter os cabelos fortes e saudáveis. Por exemplo, a dosagem considerada normal para a ferritina em exames laboratoriais varia de 7 a 120 mg/l (micrograma por litro) de sangue. Mas, quando a dosagem está abaixo de 70 microgramas, ocorre queda de cabelos e muitos médicos desconhecem esse detalhe.

Com uma alimentação balanceada, você pode ajudar seu organismo a ter uma reserva maior de ferritina. Por isso, invista em alimentos ricos em ferro, como feijão, combinados com alimentos ricos em vitamina C como laranja e limão para que seu organismo possa absorver melhor o mineral. Outros alimentos importantes são verduras verde escuras como brócolis e couve. A abóbora também contem ferro e zinco. E, é muito importante lembrar que uma das principais fontes de ferro é a carne vermelha para quem tem deficiência do mineral. Para compensar essa deficiência, a carne vermelha deve ser consumida, pelo menos, três vezes por semana. E uma boa dica é pedir sempre um suco de laranja para acompanhar.

Para início de qualquer tratamento dermatológico, uma consulta com Dermatologista é necessária para segurança do paciente e garantia de resultados no tratamento.

© V2B

       (21) 3798-9391 | WhatsApp: 98237-9391